Livros mais usados

1-cabana1

2-crepusculo

3-lua-nova

4-eclipse

5-cacador_de_pipas

6-menina-que-roubava-livros

7-mega-crepuscolo

8-hora-mais-sombria

9-assombrado

20-reuniao

10-terra-das-sombras

11-arcano_nove_p

12-marley-e-eu

13-vencendo_o_passado_g

14-lacos_de_fogo_p

15-lacos_de_gelo_p

16-lacos_de_pecado_p

17-arrebatado-pelo-amar-_-gratidao

18-protegido-pelo-porto-trilogia-da-gratidao-vol-3

19-movido-pela-mare-trilogia-da-gratidao-vol-2

 Livros mais usados

Ficção 

  •  A Cabana   –   William P. Young
  • O Crepúsculo   –   Stephenie Meyer
  • Lua nova   –   Stephenie Meyer
  • Eclipse   –   Stephenie Meyer
  • O caçador de pipas   –   Khaled Hosseini
  • A menina que roubava livros   –   Markus Zusak
  • Coleção A Mediadora   –   Meg Cabot
    O Crepúsculo
    A hora mais sombria
    Assombrado
    Reunião
    A terra das sombras
    O arcano nove
     

Não-ficção 

  • Marley e eu    –   John Grogan

Esoterismo e auto-ajuda 

  • Vencendo o passado   –   Zíbia Gasparetto
  • Triologia da fraternidade   –   Nora Roberts
    Laços de fogo
    Laços de gelo
    Laços de pecado
  • Triologia da gratidão   –   Nora Roberts
    Arrebatado pelo mar
    Movido pela maré
    Protegido pelo porto
     

Leituras indicadas

  • O doente imaginário   –   Moliere  
  • Frankenstein   –   Mary Shelley
  • Germinal   –   Emile Zola
  • Império do café   –   Ana Luiza Martins
  • Iracema   –   José de Alencar
  • O menino do pijama listrado   –   John Boyne
  •  Mi Buenos Aires querido   –   Telma Guimaraes Castro Andrade
  • O que é cinema   –   Jean-Claude Bernardet
  • Robinson Crusué    –   Daniel Defoe
  • Sundiata: uma lenda africana   –   Will Eisner
  •  Tales from Shakespeare   –   Charles Lamb
  • O romance de Tristao e Isolda   –   Joseph Bedier
  •  Venha ver o por do sol   –   Lygia Fagundes Telles
  •  Vidas secas   –   Graciliano Ramos
  •  Volta ao mundo em 52 histórias   –   Neil Philip

Bibliotecas na Internet

BN

Fundação Biblioteca Nacional
http://www.bn.br/
http://www.bn.br/bndigital/
Em crescente processo de digitalização, contém o mais rico acervo documental do Brasil.

Biblioteca Digital Mundial
http://www.wdl.org/
Lançada oficialmente em abril de 2009 pela Unesco, permitirá consultar gratuitamente o acervo de grandes instituições de inúmeros países, entre eles o Brasil, com opções de idiomas.

Biblioteca Virtual de Direitos Humanos
http://www.direitoshumanos.usp.br/principal.html
Tratados e Instrumentos Internacionais de Direitos Humanos, Declaração Universal dos Direitos Humanos, Documentos Históricos de Direitos Humanos, etc.

Biblioteca Virtual de Educação
http://bve.cibec.inep.gov.br/
Seleção de sites educacionais, do Brasil e do Exterior, organizados em 4 grandes categorias, divididas em subcategorias. Priorizando Avaliação e Estatísticas Educacionais.

Biblioteca Virtual de Educação à Distância
http://www.prossiga.br/edistancia/
Centro de referência sobre novas tecnologias e educação.

Biblioteca Virtual de Educação à Distância – PUC-RS
http://www.cglobal.pucrs.br/~greptv/bibead/
Artigos, listas de discussões, livros, revistas, tutoriais, etc.

Biblioteca Virtual do Estudante
http://www.bibvirt.futuro.usp.br/index.html
Acervo de recursos em texto (literatura e material didático) na língua portuguesa, imagens, sons e atividades relacionados ao ensino de primeiro e segundo graus e cursos técnicos do Brasil.

Biblioteca Virtual de Referência para pesquisa em Ciência e Tecnologia
http://www.prossiga.br/referencia/
Instrumental para os pesquisadores de qualquer área do conhecimento, na medida em que disponibiliza para essa comunidade dados e informações existentes na Internet, organizando-os de acordo com os diversos tipos de informação e facilitando seu uso.

The Library of Congress
http://www.loc.gov/
Biblioteca do Congresso Americano

Portal Domínio Público – Biblioteca digital desenvolvida em software livre
http://www.dominiopublico.gov.br

Embarque na leitura

A primeira biblioteca no metrô foi inaugurada em 2004, na Estação Paraíso e a mais nova na Estação Santa Cecília, completando cinco unidades. As bibliotecas contam com acervo bem diversificado, abrangendo todas as áreas do conhecimento, os empréstimos são gratuitos ao público da rede metroviária. Saiba mais sobre o projeto acessando o link:

embarque-na-leitura

Leia mais…

Ônibus-biblioteca

O projeto foi idealizado em 1938 por Mário de Andrade, chamado de “Biblioteca Circulante”. O serviço foi interrompido em 1942 na II Guerra Mundial, retornando em 1979 com uma perua Kombi adaptada. Desde então, apesar das dificuldades, o projeto sobrevive. Na foto, estes são os mais novos veículos adquiridos pela prefeitura de São Paulo para o projeto.

Saiba mais a respeito e conheça seu itinerário acessando o link: 

Ônibus-biblioteca

Leia mais… 

23 de Abril, Dia Mundial do Livro

O 23 de abril foi escolhido pela Unesco para celebrar o Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor não por acaso. Existe um forte simbolismo em torno dessa data. Foi nesse dia, afinal, que morreram, em 1616, nada mais nada menos do que Miguel de Cervantes e William Shakespeare. E, ainda, o escritor Inca Garcilaso de la Vega. E cada qual em seu canto. Para aumentar mais esse encanto, foi também nessa data que vieram ao mundo autores como Maurice Druon, K.Laxness, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo.

bibli2204

Menor Bíblia do mundo

Todo mundo se refere a livros grandes como “bíblias”. Mas nem sempre uma Bíblia é sinônimo de livros gigantes. A menor bíblia do mundo é esta abaixo.

Exatamente, este pontinho preto no meio do dedo do cientista na foto, ela mede 0,5 milímetro. Por mais estranho que pareça esta é uma placa de silício onde foi usado um raio focalizado de íons para gravar cerca de 300.000 palavras em hebraico da Bíblia. A Nano Bíblia, como foi chamada é a menor do mundo e foi gravada numa plaquinha de silício tem meio milímetro quadrado e é recoberta com uma fina camada de ouro com 20 nanômetros de espessura.  A façanha foi obtida pelos especialistas em nanotecnologia do Instituto de tecnologia de Haifa, em Israel. Só possível analisar o documento com uso de um microscópio.

biblio2

Oração do Bibliotecário

Senhor, tu me deste o dom paciência e,
Mais do que ela, o de ouvidor;
De silenciar e de achar justificativas.
Para cada “típico” usuário da informação.
Que busca o meu auxílio.
Eu sou o elo entre a informação e a necessidade do usuário.
Eu sou o seletor dos documentos.
Eu sou o intérprete dos desejos alheios.
Faze, Senhor, que me policie diante da vontade.
E o desnecessário, a fim de atender às pessoas.
Eu sou o protagonista de cenas isoladas e pesquisas exaustivas.
Faze, Senhor, com que eu possa ser assistido
Pelas pessoas certas.
Senhor, permite que eu me mantenha fiel.
Ao compromisso de informar, indistintamente,
A todos que procurarem por uma informação.
Permite que eu não vacile diante dos trabalhos exaustivos.
Que eu não esmoreça diante da críticas.
Que eu não duvide da capacidade.
De servir aos amantes da informação.
Permite que eu seja criativa a cada novo sol,
E, quando dele me afastar,
Seja porque me aproximei de Ti para sempre.
Amém!

Qual o significado da Páscoa?

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.

Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica. É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a “passagem” de Cristo, da morte para a vida.


No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.

Veja como se escreve “Feliz Páscoa” em diferentes idiomas. Assim:

 pascoa

A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. A origem do símbolo do coelho vem do fato de que os coelhos são notáveis por sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade!

Fonte: http://venus.rdc.puc-rio.br/kids/kidlink/kidcafe-esc/significado.html