Indicações de leitura

01 Super apresentacoesSuper apresentações: como vender ideias e conquistar audiências
Autores: Joni Galvão, Eduardo Adas
Editora: Panda Books
ISBN 978-85-7888-104-7

O que diferencia a boa empresa não é só sua competência ou o ineditismo daquilo que faz. A empresa que tem visão sabe a que veio e é capaz de compartilhar a sua expertise para que outros também alcancem seus objetivos.

Super apresentações fala do poder da comunicação nos momentos decisivos para o seu negócio. Um livro sobre apresentações fora de série, capazes de exprimir com clareza determinado conceito ou ideia, de maneira bem estruturada, didática e absolutamente atraente para a audiência.

02 - O que e arte contemporaneaO que é arte contemporânea?
Autor: Jacky Kein; Suzy Klein
Editora: Claro Enigma
ISBN 978-85-8166-013-4

Quadros pintados com esterco de elefante, esculturas montadas com peças de carros quebrados, cheeseburgers gigantes no meio do museu… Os artistas estão sempre inventando formas diferentes de fazer arte. Usando técnicas e materiais cada vez mais inusitados, eles recriam o mundo e propõem novas maneiras de enxergá-lo.
Neste livro, você vai conhecer obras de mais de setenta artistas contemporâneos do mundo inteiro, com informações a respeito de cada um deles, explicações de como os trabalhos foram feitos, esclarecimentos sobre o significado de termos importantes, além de indicações de museus e sites relacionados ao tema.
Venha observar, explorar, questionar e aprender a partir do universo divertido e encantador da arte contemporânea.


03 - EtatsUnisCanadaEtats-Unis/Canada.
Regards croisés
Autores: Cynthia Ghorra-Gobin; Guillaume Poiret
Editora: La Documentation Française
ISSN 0419-5361

En 2012, le « printemps érable » plaçait le Canada sous les feux des projecteurs. Peu après, c’est le renouvellement du mandat de Barack Obama qui nous ramenait sur le continent nord-américain. Depuis l’Europe, il n’est pas toujours aisé de distinguer différences et similitudes entre les deux composantes de l’Amérique anglophone. Ce dossier propose donc de croiser les regards portés sur deux pays qui jouent des rôles fort éloignés sur la scène internationale, sur deux nations faites de populations diverses et métissées dès l’origine, sur ce « Nouveau monde » toujours en construction.

Car, qu’il s’agisse des espaces métropolitains ou des espaces ruraux, des vieux centres industriels ou des fronts pionniers, nous assistons aujourd’hui à une mutation profonde des territoires nord-américains.
   

04 - Navio de emigrantesNavio de Emigrantes
Editora: Museu Lasar Segall : Imprensa Oficial do Estado de São Paulo
ISBN 978-85-7060-617-4

A tela Navio de Emigrantes (1939/41) é considerada a maior criação de Lasar Segall, a pintura resulta do olhar do artista ao cruzar o Atlântico em 1912 para fixar residência no Brasil.

Apresentada na exposição organizada por Vera d’Horta, Pierina Camargo e Rosa Esteves no Museu Laser Segall, de fevereiro de 2008 a fevereiro de 2009, em conjunto com imagens da obra, fotos do artista, gravuras com iconografia de navios, os bastidores da criação, esboços e texto.

Livros digitais ajudam a revigorar bibliotecas públicas

Iniciativas são fortes em países como Estados Unidos e Reino Unido. Por aqui, ainda estamos longe da digitalização.
por Amanda Polato

Logo ao entrar na Biblioteca Pública de Nova York, em Nova York, os leitores encontram a frase: “A biblioteca é esperança, é conhecimento, e é poder”.  Os usuários podem retirar até 12 títulos de uma vez, a qualquer hora dia, sete dias por semana. E, então, decidir se vão ler a obra no smartphone, e-reader, tablet ou no computador, além de escolher o tamanho da letra e fazer grifos usando apenas o dedo. Os leitores não precisam mais ir fisicamente à entidade para pegar livros emprestados. Mas a biblioteca centenária vê sua força revigorada com a popularização dos e-books. Aumentou o número de visitantes físicos aos seus prédios depois que foram abertas as portas às estantes virtuais da instituição.

Com 34 mil títulos (quase 95 mil exemplares), o acervo digital ainda é muito pequeno comparado com a coleção em papel da Biblioteca Pública de Nova York, que tem quase 6 milhões de exemplares para empréstimo. Mas a demanda pelos livros digitais cresce rapidamente. “Nos últimos cinco anos, a oferta cresceu oito vezes.

Assim como mais de 22 mil bibliotecas em diversas partes do mundo, tanto públicas quanto de escolas e universidades, a de Nova York usa um sistema chamado OverDrive, que armazena e-books em uma nuvem e oferece empréstimos por tempo limitado, variável conforme o título.

Leia mais…

Fonte: POLATO, Amanda. Livros digitais ajudam a revigorar bibliotecas públicas. Época, São Paulo, 18 mar. 2013, Livros. Disponível em: <http://revistaepoca.globo.com/cultura/noticia/2013/03/livros-digitais-ajudam-revigorar-bibliotecas-publicas.html>. Acesso em: 28 mar. 2013.

Um tesouro da arte gótica

Igreja 01

por Patric Demouy

Erguida a mais de 800 anos, a catedral de Notre-Dame de Reims, na região de Champagne,  testemunhou a coroação de 29 reis, entre 1027 e 1825, e até hoje intriga pesquisadores e deslumbra visitantes; e é uma das mais importantes catedrais góticas da França. O local onde foi construída teria sido o de batismo do rei Clóvis I, o primeiro rei dos francos, no século V.

Existem divergências sobre a data exata do início da construção de Notre-Dame. Com base nos textos dos Anais de São Nicásio (Annales de Saint Nicase) escolheu 6 de maio de 1211 como aniversário do inicio da construção.

No decorrer da história a catedral passou por muitas reformas, sobreviveu à peste negra, 1348-1349; a Guerra dos Cem Anos, 1359-1360; e a Primeira Guerra Mundial onde sofreu um incêndio em 19 de setembro de 1914 e a região passou por quatro anos de bombardeios pela artilharia.

Hoje a Catedral de Notre-Dame é considerada pela UNESCO Patrimônio da Humanidade.

Leia o artigo completo na revista História Viva.

Fonte: DEMOUY, Patrick. Um tesouro da arte gótica. História Viva, São Paulo, v.9, n.113, p. 74-79, 2013.